Navigation

AccueilActualitésNews de l’histoire (du droit) des colonies

Beatriz G. Mamigonian, Africanos livres. A abolição do tráfico de escravos no Brasil, Companhia das Letras, 2017

jeudi 23 novembre 2017, par Dominique Taurisson-Mouret

Présentation éditeur :

« Em 7 de novembro de 1831, foi promulgada a lei que proibia a importação de escravos para o país e punia todos os envolvidos na atividade. O avanço legal se devia, ao menos em parte, à pressão exercida pela Coroa britânica. Como se sabe, o Estado brasileiro acabou se mostrando conivente com o tráfico ilegal de africanos e a escravização de suas vítimas nos anos seguintes. Apesar de ter tido impacto importante no avanço do movimento abolicionista, a imposição sancionada seria, no fim das contas, « para inglês ver ». Em Africanos livres, Beatriz G. Mamigonian toma a lei de 1831 como o eixo narrativo, ao qual se imbricam a análise da experiência dos ex-escravos, de sua administração pelo governo imperial e dos efeitos do contrabando. Baseado em pesquisa inédita, o livro avança até a campanha abolicionista na década de 1880, quando os militantes mais radicais forçavam o reconhecimento de todos os africanos ilegalmente escravizados como « africanos livres ». »

Beatriz G. Mamigonian é doutora em História pela Universidade de Waterloo, no Canadá (2002). Foi professora visitante na Michigan State University e é professora associada do Departamento de História da UFSC.

Lire / Écouter / Voir
Beatriz G. Mamigonian, Africanos livres. A abolição do tráfico de escravos no Brasil, Companhia das Letras, 2017
Jeudi 23 novembre

Tout l’agenda

Dans la même rubrique

Dernières brèves